Homens que agrediram e balearam jovem por engano são condenados em Uberlândia

Criminosos confundiram vítima e espancaram funcionário que aguardava supermercado abrir para trabalhar; condenação foi dada nesta quarta-feira (11).

Os dois homens que espancaram e balearam o funcionário de um supermercado em Uberlândia, após confundi-lo com outra pessoa, foram condenados a oito anos de prisão em regime fechado. O julgamento foi na tarde desta quarta-feira (11).

Em 8 de outubro de 2018, enquanto aguardava para entrar no trabalho, Rosivan Pinheiro de Sousa, de 21 anos, foi agredido com socos e chutes e baleado por dois homens que saíam de uma casa noturna.

Os agressores foram reconhecidos através de imagens de circuito de segurança (veja abaixo) e presos por tentativa de homicídio e posse ilegal de arma.

Denis Eduardo dos Santos, de 32 anos, e Everaldo Silva Magalhães, de 34, foram condenados pelo crime de tentativa de homicídio qualificado por meio cruel e com impedimento de defesa da vítima. Santos também foi condenado a mais seis meses por dirigir sob efeito de álcool.

Ambos cumprirão a pena em regime fechado. Everaldo já está preso no Presídio de Uberlândia I, antigo Presídio Professor Jacy de Assis, e Denis estava respondendo o processo em liberdade.

O advogado de defesa, Júlio Moreira, informou que vai recorrer da decisão.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *