‘Queria orgulhar a mãe’, diz irmã gêmea de estudante de medicina morta por mototaxista em Araguari

A estudante Gabriela Marcia dos Santos Meirelles, morta por um mototaxista e enterrada no quintal da casa dele em Araguari (MG), sonhava em ser médica para dar orgulho à mãe, que criou as filhas fazendo faxina e vendendo produtos na rua.

“Estava correndo atrás dos seus sonhos, sempre positiva pensando em dar o melhor pra família e orgulhar minha mãe com seu diploma de médica”, afirma Itamara Meirelles, irmã gêmea da vítima.

Natural de São José dos Campos (SP), Gabriela cursava medicina em uma faculdade no Uruguai, mas por causa da pandemia de Covid-19 tinha aulas pela internet.

Segundo a irmã, a jovem de 20 anos queria juntar dinheiro para se mudar para o Uruguai e acabou sendo convencida pelo criminoso a ir para Uberlândia onde, segundo ele, seria mais fácil ser empregada.

“A Gabriela conheceu ele via internet, eles eram amigos virtualmente e ele dizia que a cidade em Minas era boa para arrumar trabalho para o custo da faculdade. Disse que a ajudaria até ela se estabilizar na cidade e ir para o Uruguai. Ele usou isso contra ela e sua vida”, afirma Itamara.

A jovem chegou a Minas Gerais em março e já havia se encontrado com o homem duas vezes. Na última sexta-feira (9), ele a buscou e a levou para Araguari.

Antes de ser morta, a vítima ainda enviou mensagens para uma amiga dizendo que estava com medo do homem e pediu para manter contato.

Conversa homicídio Araguari estudante medicina 10/04/2021 — Foto: Polícia Militar/Divulgação
Conversa homicídio Araguari estudante medicina 10/04/2021 — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Gabriela foi assassinada com um tiro na cabeça na madrugada do sábado em Araguari (MG). Segundo a PM, os vizinhos da casa afirmaram terem ouvido um barulho, que possivelmente tenha sido de disparo. Na residência, foram encontradas uma enxada e uma pá sujas de terra. O corpo foi encontrado enterrado próximo ao canil no início da tarde.

Após o crime, Jose Hamilton de Jesus, de 43 anos, enterrou o corpo dela no quintal da casa que estavam, no Bairro Vieno. Ao ser encontrado, o homem trocou tiros com a Polícia Militar (PM) e foi morto.

Ainda de acordo com a polícia, o autor cumpriu 12 anos de prisão pelo homicídio da esposa, em 2006, também em Araguari. À época, ele enterrou o corpo da vítima debaixo da cama do casal.

Mesmo sem ter conhecimento sobre a relação de Gabriela com o autor do crime, a irmã gêmea Itamara conta que gostaria de ter ajudado Gabriela.

Gabriela Marcia dos Santos Meirelles, foi morta por um homem em Araguari — Foto: Reprodução/ Instagram
Gabriela Marcia dos Santos Meirelles, foi morta por um homem em Araguari — Foto: Reprodução/ Instagram

“Eu não sabia dele e me sinto pesada por isso. Se eu soubesse eu não deixaria ela se envolver com esse monstro. Eu não sabia dele, me sinto culpada por não conseguir fazer nada”, lamenta.

“Nós éramos muito unidas e muita gente que conhecia nós duas reconhece isso. Uma sempre dando apoio uma pra outra em tudo e ela me ajudando no que podia e no que não podia também”, disse Itamara.

O corpo da jovem Gabriela deve ser sepultado nesta terça (13) no Cemitério Parque das Flores, em São José dos Campos.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: