Uberlândia mantém retomada de empregos com 4º mês de saldo positivo

Uberlândia continua demonstrando fôlego para reverter os impactos da pandemia de Covid-19 sobre a economia. Mantendo a retomada de empregos, pelo quarto mês consecutivo, o número de contratações superou o de demissões na cidade. De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (29) pelo Ministério da Economia, o saldo ficou positivo em setembro, com 1.509 novos postos trabalho abertos.

Ainda conforme o Caged, todos os setores tiveram bons resultados durante o nono mês do ano, com “Serviços” (+692) e “Indústria” (+398) puxando a abertura de oportunidades. O ranking de empregos por segmento é seguido por “Comércio” (+206), “Construção” (+118) e “Agropecuária” (+95).

“Essa retomada na geração de empregos nos mostra que estamos no caminho certo e que é possível cuidar de nossa cidade, olhando para o desenvolvimento sem deixar de lado a atenção com a saúde e a segurança da população. Temos vivido tempos desafiadores, mas estamos firmes no trabalho por uma Uberlândia com qualidade de vida para todos”, disse o prefeito Odelmo Leão.

Retomada

Se a partir de março o número de demissões começou a crescer na cidade, seguindo uma tendência nacional, o segundo semestre de 2020 começou com boas notícias para o mercado de trabalho. Em junho, o saldo com ajustes ficou em +186 postos. Ainda considerando os números que são revisados mês a mês pelo Caged (com base em informações das empresas entregues fora do prazo de fechamento do balanço anterior), em julho, as admissões superaram os desligamentos em +97 postos e, em agosto, o saldo foi de +992.

Apesar dos desafios impostos pelo atual cenário sanitário, econômico e social do país, a Prefeitura de Uberlândia tem procurado formas de manter a economia aquecida, seja na mediação de encontros setoriais com bancos ou ouvindo os mais diversos segmentos por meio do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, seja no desenvolvimento de projetos de estímulo ao empreendedorismo, como a plataforma “Mais Negócio” e a continuidade da oferta de consultoria gratuita Agente Local de Inovação (ALI).

Fonte: http://pdet.mte.gov.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *